Filig 2015 | Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns

De a

Notícias

Cobertura literária da mídia é tema de palestra no Filig

lenice_rosinha_leo“Poesia para a infância – mídia e crítica”. Esse foi o tema da palestra que reuniu, no Polo Curió, na noite desse sábado (17), os escritores Leo Cunha (MG) e Lenice Gomes (PE), com mediação de Rosinha (PE).

“Esse tema me interessa como escritor e professor, já que também leciono a disciplina de jornalismo e crítica cultural em uma universidade de Minas”, afirmou Leo Cunha. Em relação à mídia, ele disse que as críticas e análises não só de obras literárias, como também outras áreas da cultura como a música, o teatro e a dança, estão perdendo espaço nos jornais do País.

“Os textos críticos foram deixados de lado para dar lugar a assuntos mais corriqueiros, como agenda de shows e roteiros. Isso é muito triste, porque quem perde com esse empobrecimento é o leitor”, disse Leo Cunha. Sobre o universo acadêmico, o escritor disse que sua análise é positiva. “A literatura infantil ainda sofre preconceito, é vista por muitos como um trabalho inferior, mas, mesmo assim, houve uma evolução no meio acadêmico. Várias universidades já têm em sua grade a disciplina de literatura infantil e muitos escritores e ilustradores são tema de teses de mestrado e doutorado”.

Para Lenice Gomes, falta interesse da mídia em discutir e divulgar o trabalho de autores e escritores nacionais. “Já mandei artigos para os jornais e nunca foram publicados. É por isso que acho fundamental a promoção de eventos como o Filig, para discutir e promover a literatura infantil”.

Últimas

É difícil publicar para crianças? Com a palavra Annete Baldi e Renata Nakano

Anna Laura Cantone fala sobre o humor dos seus personagens